Os que gostam de ler

Da realidade além dos nossos sentidos



Existe uma coisa muito além da minha compreensão.
Existe algo que eu sei que existe, mas prefiro não acreditar.
Não é uma questão de orgulho, mas mais uma questão de constatação.

De alguma forma eu sei que existe algo atrás da moldura da realidade. Em qualquer lugar que eu olhe, para o lado que for eu sei que existe alguma realidade que não pode ser sentida por meio dos nossos sentidos tão comuns. Eu sei que por trás do véu da realidade existe um universo imenso de coisas que eu não sei como explicar.



Mas a minha percepção não se resulta em uma simples constatação. Eu não sei o mecanismo e nem como chegar lá do outro lado, mas como eu sei que existe esse outro universo, isso eu posso explicar.

Esse assunto já fora objeto de discussão por uma série de pensadores respeitáveis. Platão, Kant, só para citar alguns. Meio que da mesma linhagem todos sabiam que existia um mundo ou algo além da nossa compreensão e que esta coisa ou realidade não poderia ser alcançável por nossos sentidos. Enquanto Platão acreditava que pelo caminho da busca da sabedoria seria possível encontrar o mundo real, Kant, finalmente, pôs um fim nisso tudo e disse que seria impossível compreendermos o objeto em si, ou a coisa em si.

Deixando de lado o raciocínio, eu tenho certeza de que algo além da minha compreensão existe. Seria ingênuo ou um perfeito imbecil para afirmar o contrário. Mas na medida em que acredito na possibilidade de existência dessa outra coisa, acredito, por outro lado, que é impossível alcançarmos através dos nossos sentidos.

Isso tudo é um grande mistério. Talvez esta é a razão para tanto segredo.

Um comentário:

  1. O que será que existe do outro lado do véu, heim?
    Raciocínio perfeito, será?
    Ou,sensibilidade a flor da pele...








































    ResponderExcluir